Dia nacional de combate ao trabalho escravo

Gestão não se render nem recuar, o CRESS em todo lugar!
Autor:
imagem_destaque_29102018062209.jpg

O episódio que ficou conhecido como a chacina de Inaí, que vitimou servidores públicos do MPT,  marcou a data para que o mundo saiba que a servidão e a escravidão ainda são realidades a serem enfrentadas. Os auditores  investigavam denúncias de trabalho escravo em fazendas naquela cidade de Minas Gerais

O Brasil, ainda está longe de erradicar esse sistema escravocrata que utiliza subterfúgios e esquemas criminosos. A contra reforma da previdência e a contra reforma trabalhista, só agravaram as violações de direitos.

Em 2019, o número de denúncias de trabalho análogo ao de escravo e aliciamentos de trabalhadores,só aumentou. Os próprios dados  do MPT (MPT Digital/Gaia) apontam que foram 1.213 casos em 2017 e em 2018, subiu para 1.127.

São dados que reverberam nas políticas sociais. Ficando ainda mais preocupantes com as decisões extremamente equivocadas e de viés excludente, quando o SUAS é atacado sem precedentes.

Gestão não se render nem recuar, o CRESS em todo lugar!

#pracegover Imagem das mãos de um trabalhador e em primeiro plano o texto Dia nacional de combate ao trabalho escravo