face.jpg
insta.jpg

Nota em apoio a Escola Francisco da Silva Nunes em São João de Pirabas

Autor:

O Conselho Regional de Serviço Social/ 1ª Região (CRESS/ PA) embasado nos princípios do Código de Ética do Serviço Social entre eles “Reconhecimento da liberdade como valor ético central e das demandas políticas a ela inerentes - autonomia, emancipação e plena expansão dos indivíduos sociais”  vem a público manifestar seu apoio aqueles moradores de São João de Pirabas em especial as/os Assistentes Sociais que não compartilham dos atos de violência, direcionados à escola estadual de Ensino Médio Francisco da Silva Nunes.

Através de manifestações registradas em um grupo de WhatsApp, a escola foi alvo de ataques LGBTfóbicos e de incitação ao ódio devido à escolha da temática do respeito à diversidade para seu desfile na semana da pátria que além desta temática também desfilariam a diversidade cultural, religiosa e de étnica. Porém, no sentido de preservar integridade física dos alunos a diretoria da escola a cancelou sua apresentação.

A situação provocou a indignação e o repúdio de servidores/as estaduais e municipais de diversas categorias, alunos/as, grupos religiosos e entidades da sociedade civil, que defendem a liberdade como direito fundamental.

      Entendemos que manifestações baseadas em discurso de ódio só alimentam a barbárie de uma sociedade, que, apesar da diversidade, ainda defende a homogeneidade de pensamento e comportamento, situação que configura um cenário de restrição ao direito de liberdade e cidadania.

A categoria de assistentes sociais tem expressivo interesse pela eliminação de todas as formas de preconceito, motivando o respeito a diversidade. Defende a participação e a expressão de todos os grupos que, socialmente, sofrem manifestações de preconceito e discriminação.

Sendo assim, este CRESS entende serem válidas as manifestações de pensamento, como direito constitucionalmente garantido e não aceitaremos que discursos e ações extremistas incitem a violência e o preconceito desconstruam direitos conquistados através de tanta luta.

Não aceitaremos! Nossa história de luta não nos permite retroceder! Seguiremos em frente no combate ao conservadorismo e suas expressões. Resistiremos! Por uma sociedade onde todos possam caminhar tendo suas demandas sociais atendidas, principalmente no que tange o direito de cidadania.

Declaramos aqui, nosso apoio ao município e a todos que, assim como nós, lutam pelo respeito à diversidade. E convidamos a toda comunidade Pirabense a participar do ato “Queremos respeito! Todos contra o preconceito!” que será realizada no dia 05 de setembro, às 16:00 horas, com saída do Posto Fiscal com o intuito de mobilizar a população do município contra toda qualquer forma de preconceito e violência.

Não nos calarão! Avante na construção e reconstrução dos direitos! Cederemos? Jamais!