PROFª JOAQUINA BARATA TEIXEIRA TOMA POSSE DE CADEIRA PATRONÍMICA NO IHGP

Gestão Não se render, nem recuar - o CRESS em todo lugar.
Autor:
imagem_destaque_29102018062209.jpg

Em 06 de Agosto de 2021, o Conselho Regional de Serviço Social 1ª Região / CRESS-PA honradamente foi convidado a participar da Sessão Solene de Posse como nova Sócia Efetiva do Instituto Histórico e Geográfico do Pará (IHGP), a assistente social Profª Joaquina Barata Teixeira , assumindo a cadeira de Nº 10, patronímica de Aureliano Candido Tavares Bastos. A Cerimônia aconteceu de forma remota, via sala de videoconferência e foi conduzida pela Presidenta do IHGP, Anaíza Vergolino e Silva.


O IHGP foi fundado pela primeira vez em 3 de maio de 1900, em sua história passou por momentos marcados por mudanças importantes; seu prédio-sede constitui patrimônio histórico tombado pela legislação brasileira e tem a missão de ser uma instituição cultural aberta ao público, produtora e divulgadora do conhecimento. Atualmente, a forma de ingresso no Instituto acontece após declarada vaga determinada cadeira, pela presidência do Instituto, iniciando-se o processo de inscrição para preenchimento da mesma, sendo a eleição do/a novo/a sócio/a efetivo/a aprovada em Assembleia Geral


A Prof.ª Joaquina Barata é a mais recente empossada no Instituto, sendo a atual ocupante da Cadeira 10, em reconhecimento ao seu legado intelectual, que se traduz em uma revolução e ação transformadora. Embora aposentada, continua contribuindo imensamente em pesquisas científicas, que vão desde os fundamentos da formação profissional, aos fatores amazônicos, como a etnologia indígena. Mas o que nos causa um sentimento de imenso respeito é tê-la como uma das mais fundamentais referências à profissão de assistente social e sua luta pelos direitos sociais, pela democracia, por liberdade! E sempre coletivamente e imenso respeito aos seus pares, colegas, companheiras e companheiros. (Parte de sua trajetória pode ser lida na Coletânea lançada em 2017 pelo CFESS “Serviço Social, Memórias E Resistências Contra a Ditadura” e que refere sua prisão política em 1979 em período ainda de ditadura militar). 


A homenageada, ao longo de sua rica trajetória, recebeu muitos prêmios e entre esses está o conferido em 2011: O Prêmio “Stela Menezes”, idealizado pelo CRESS/PA, em reconhecimento aos/às Assistentes Sociais que têm significativos feitos no campo profissional.


Em seu discurso de posse, Joaquina Barata Teixeira, agradeceu a homenagem e relembrou nominalmente algumas de suas colegas de profissão, as quais se somaram e somam na defesa intransigente da Amazônia, seja em movimentos de luta contra a destruição das riquezas de nossa Região, seja na elaboração de pesquisas científicas que se transformaram em denúncias e alertas internacionais sobre o avanço da ganância capitalista sobre nossas águas, florestas e povos originários e tradicionais. E, ao citá-las como companheiras de tão importante trajetória, a categoria reafirma o tamanho da responsabilidade com a profissão, aliado ao seu projeto ético-político.


Enfim, Joaquina Barata Teixeira, paraense nascida em Marapanim, apesar de seus algozes tentarem interromper sua caminhada, suas conquistas se sobrepõem às tentativas de silenciá-la. E são essas que a fazem merecedora de todas as homenagens.


Desse modo, o CRESS 1ª região/PA, através de sua atual gestão, deixa como reflexão e homenagem, as próprias palavras da Prof.ª Joaquina Barata Teixeira proferidas em na 49ª  Conferência Mundial de Serviço Social, em Salvador/BA, em 2008: 


“...É a defesa de uma causa, que muitos têm interesse em proclamar como perdida, mas que preferimos concordar com os que a declaram subversiva!



Gestão: Não se render, nem recuar- o CRESS em todo lugar!