programação da republica

Gestão: Não se render, nem recuar - O CRESS em todo lugar.
Autor:

Historicamente o ano de 1889, marca a instauração da forma de governo republicana presidencialista no Brasil. Um século depois, a Constituição Federal (1988) conceituou a República Federativa do Brasil como a união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado democrático de direito através da soberania, cidadania, dignidade da pessoa humana, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e do pluralismo político. E, que "todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente"


A mesma CF enfatiza que um regime Republicano deve fundamentar-se nos objetivos de "construir uma sociedade livre, justa e solidária; garantir o desenvolvimento nacional; erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as desigualdades sociais e regionais; promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação".


Em 2020, estamos mundialmente vivenciando uma das maiores tragédias sanitárias e humanitárias da história contemporânea. E  no Brasil é ano eleitoral para eleger prefeitas/os e vereadoras/es. Mediante esse cenário, o contexto vai requerer de nós uma reflexão muito coerente com nossa ética profissional . Somos  uma das categorias profissionais que mais esteve e ainda está à frente dos atendimentos à população e que enfrenta a primeira Pandemia do século XXI, a COVID-19; embora continuemos   invisibilizadas/os pelo Estado e pela mídia tradicionalmente a serviço de outros interesses. No entanto, vivenciamos a dor, acolhemos e fizemos o que nos propusemos a fazer na atuação em diversas políticas públicas. Soma-se a isso, os absurdos ataques de retiradas de direitos sociais, numa  proposta de beneficiar apenas o grande capital.São dimensões que  nos fazem refletir, na aproximação desse novo 15 de Novembro.


Portanto, é de fundamental importância que nos voltemos ao que de fato nos impulsiona em nosso projeto ético político e quais são nossos compromissos firmados com a população que atendemos em nossos espaços sociocupacionais e onde seguimos o objetivo do marco civilizatório que não pode se afastar da  defesa dos direitos humanos.


É importante que nossos olhares se remetam  à intransigente posição de enfrentar e identificar as características do fascismo em quem pretende assumir prefeituras e câmaras municipais, sem o devido cuidado às conquistas da classe trabalhadora.


Sigamos atentas/os para combater todas as formas de preconceito, entre estes, a misoginia, o racismo e a  homofobia. 


O Conselho Regional de Serviço Social 1ª Região, enquanto uma das representações de  assistentes sociais da Amazônia, não poderia deixar de se posicionar a respeito de tão importante momento de exercício da cidadania.


Assistente Social, nessas eleições seu voto é muito importante!


Votemos num gesto revolucionário e o desejo de dias menos cruéis.

Bom voto a todas/os e e nenhum direito a menos!


Gestão Não se render, nem recuar - o CRESS em todo lugar

CONTATOS

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Segunda a Sexta (8H ás 18H)

ENDEREÇO

Tv.Mauriti,2786-Marco-66.093-180-Belém-Pará